O Público Tem o Rock, Mas o Rock Tem o Público?

  • Por Welton De Oliveira
  • 6 de julho de 2016

E a luta pelo rock nacional continua…

Faço essa pergunta porque é fato que o rock enche nossos ouvidos e corações enquanto público que somos, mas infelizmente isso é mais relativo ao rock gringo, pois o rock Brazuca, é sempre aquele sofrimento tentando sair do gueto.

Eu não entendo a cabeça do roqueiro brasileiro, o cara chora pra dar 10 reais numa entrada para prestigiar uma banda, mas paga 600 contos para ver a banda gringa, ele nem sabe as letras direito, não sabe nome do baixista, passa 10 horas na fila e todas coisas que sabemos que acontecem.

Mas quando chega aos ouvidos dele o som de uma banda nacional, ele faz duas coisas: a primeira ignorar e se não ignorar, faz a segunda, que é comparar com outra música.

Eu não entendo esse comportamento, há uma reclamação com o que passa no rádio e na TV, mas por que a TV vai levar uma banda se o público do gênero caga e anda? 90% da programação das rádios é som de fora, porque o som nacional está no gueto, no beco no boteco sujo, pois existe esse abismo que faz com que o que é cantado em português não mereça audiência.

Experimente cantar AC/DC em português e veja bem que letras terríveis! Mas a banda em si é ótima, e grande vantagem deles é o inglês. Agora a cena rock nacional míngua porque o público quer usar camisetas, balançar a cabeça, mas não quer retribuir ao artista que tenta fazer algo novo, a não ser que ele seja gringo, é realmente lamentável isso, mas ainda uma realidade.

Torço que nossa forma de tratar o rock nacional mude, ouçamos as letras, divulguemos os artistas e vamos torná-los tão importantes quanto os de fora. Todo mundo ganha, e a luta segue incessante…

Anterior «
Próximo »

Radialista, cantor, compositor, roteirista, escritor e comerciante.

Deixe seu comentário

Papo Rock! – Mais Recentes

Arquivos